{{articleDetail.tags[0]}}

{{articleDetail.title}}

Dificuldade
Dificuldade
{{articleDetail.image[0].alt}} {{articleDetail.image[0].alt}}
{{image.alt}} {{image.alt}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}

TEMAS
{{freetag}}

{{articleCapitalLetter()}}

TEMAS
{{freetag}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}

Se quer sentir-se bem consigo mesma, o desporto pode ser um grande aliado. Quando fazemos exercício libertamos endorfinas, também conhecidas como as hormonas da felicidade, que são neurotransmissores do prazer que são libertados de forma exponencial quando realizamos uma atividade física.  No entanto, às vezes o tempo e a vontade jogam contra nós e não treinamos tanto como gostaríamos. Portanto, para que também se sinta bem e cheia de saúde e energia, vamos propor-lhe 5 maneiras de praticar desporto em casa sem gastar muito tempo ou dinheiro.

Para praticar exercício cardiovascular ou aeróbico (o que ativa o organismo e nos ajuda a queimar gordura), não é necessário sair à rua para correr ou andar de bicicleta se não lhe apetece. Tome nota destes exercícios e tente praticá-los pelo menos três vezes por semana. Vai notar os seus benefícios!

5 maneiras de praticar desporto em casa

Jumping Jacks

Não se assuste com o nome, de certeza que fez isto mais de uma vez na sua vida, especialmente nas aulas de Educação Física quando era pequena. Trata-se do clássico exercício de saltar com as pernas afastadas e os braços para cima batendo as mãos por cima da cabeça no momento mais alto do salto. Ao tocar novamente com os pés no chão deve fechar as pernas e baixar os braços, e assim sucessivamente. Comece fazendo três séries de 20 repetições e aumente com o passar dos treinos.

Saltar à corda

É outro clássico que muitas de nós esquecemos ao entrar na adolescência. Saltar à corda é um desporto simples, fácil e muito eficaz. Desafie-se a si mesma aumentando a velocidade e o número de saltos por sessão, conforme avançam os dias. Se praticar este tipo dedesporto em casa tente fazê-lo numa divisão ampla para evitar bater nos móveis com a corda.

Bicicleta deitada

Além de ser um exercício aeróbico, fazer bicicleta deitada é uma boa escolha para trabalhar o abdómen, as nádegas e as pernas. Deite-se de costas na cama, no sofá ou num colchão, coloque as mãos à altura da nuca e faça movimentos circulares com as pernas, como se estivesse realmente a pedalar numa bicicleta. Aumente a velocidade e as repetições para alcançar um progresso eficaz todos os dias.

Elevação dos joelhos ao peito e calcanhares até aos glúteos

O nome do exercício não deixa muito à imaginação. De pé, com os pés ligeiramente afastados, dê um salto tentando trazer os joelhos ao peito e, logo depois, faça a mesma coisa para trás tentando tocar nos glúteos com os calcanhares. Experimente primeiro com três séries de 20 repetições, combinando os dois movimentos, e aumente ligeiramente o número de repetições em cada sessão de exercício.

Agachamento com salto

O agachamento clássico é uma escolha ideal para tonificar pernas e glúteos, mas se o combinarmos com um salto acrescentamos um extra que tornará o exercício mais aeróbico e completo. Coloque os pés paralelos e ligeiramente afastados, dobre os joelhos e baixe o traseiro com as costas direitas. Ao subir, tome impulso e dê um salto. Repita 3 séries de 10 ou 15 repetições no primeiro dia e vá aumentando a dificuldade pouco a pouco. Você é capaz!

 

Como pode ver, não é necessário ir a um ginásio ou sair à rua: podemos praticar desporto em casa. É uma maneira muito conveniente que lhe permitirá economizar tempo e que a ajudará a manter-se em forma. Sabia que o exercício aeróbico ajuda a baixar a pressão arterial e reduz os níveis de colesterol mau? Já não tem desculpa!

Mas lembre-se que deve consultar o seu médico antes de iniciar a prática de atividade física, sobretudo se perante um quadro clínico ou condição física sensível.

Como se faz?

TEMAS
{{freetag}}

Quer publicar algum comentário? Registe-se o Iniciar sessão

Publicar

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder

Mónica naranjo

Los síntomas aparecen frecuentemente después de la ingesta de productos que contienen lactosa.

Responder

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder