Pesquisas frequentes

Saúde

Saúde

O que são probióticos e a flora intestinal: explicamos-te tudo

18 agosto, 2021

Probióticos, bactérias, flora intestinal, microbioma... todos os termos que precisas de saber para te tornares um especialista em saúde digestiva.

Bactérias 

Micróbios e pequenos organismos unicelulares. Alguns são benéficos para a nossa saúde, outros causam doenças.
Adivinha de quais gostamos.

Bifidobactérias

Uma espécie de bactéria em forma de Y que existe naturalmente no intestino. É possível encontrá-las na natureza e em alguns produtos fermentados, como em Activia.

Fermentação

Pensa em recomposição sobre decomposição, como transformar o leite em iogurte ou couve em kimchi.

Ocorre sempre que as bactérias, as leveduras e outros microrganismos degradam açúcares e hidratos de carbono em diferentes ácidos, gases ou álcool. Utilizamos um processo de fermentação único e natural, com a duração de várias horas, a uma temperatura que imita a temperatura corporal (37°C) e que contribui para a sobrevivência das nossas bactérias nos nossos produtos.

Flora intestinal

Todas as bactérias e microrganismos que vivem no nosso intestino - estima-se que existam lá cerca de 300 a 500 tipos diferentes destas bactérias.

A flora intestinal é complexa e única em cada indivíduo, tal como uma impressão digital.

Probióticos

Microorganismos vivos que consumidos em quantidades adequadas exercem um benefício sobre a saúde.

Em resumo, estão vivas e são benéficas. A palavra provém do grego e do latim e significa «a favor da vida».

Encontrarás milhões de probióticos em cada unidade de Activia - Activia contém as culturas vivas do iogurte que melhoram a digestão da lactose do produto em indivíduos com dificuldades de digestão da lactose.

Microbiota 

Todos os microrganismos que existem naturalmente num ambiente específico: em todas as partes do corpo, apenas no intestino, num animal ou numa planta. Bactérias, fungos, vírus, leveduras… se estiverem vivos, estão incluídos.

Microbioma 

O mesmo que «microbiota», mas com material genético adicionado. Muitas vezes, os cientistas utilizam os dois termos de forma indistinta.
No entanto, os mais rigorosos sabem que existem algumas diferenças.