{{articleDetail.tags[0]}}

{{articleDetail.title}}

Dificuldade
Dificuldade
{{articleDetail.image[0].alt}} {{articleDetail.image[0].alt}}
{{image.alt}} {{image.alt}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}

TEMAS
{{freetag}}

{{articleCapitalLetter()}}

TEMAS
{{freetag}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}

Às vezes temos tendência a recorrer a suplementos vitamínicos ou ao cálcio através de complementos alimentares, mas existe uma alternativa para consegui-lo: obtê-los de maneira natural! O cálcio e a vitamina D encontram-se principalmente nos alimentos, mas também na própria natureza. Apresentamos-lhe, em seguida, cinco maneiras fáceis de obter esses nutrientes, que talvez não conheça. Preste atenção!

As fontes mais ricas de cálcio e vitamina D

Batidos verdes, uma fonte de cálcio

O cálcio não só se encontra nos laticínios como o leite ou o iogurte, como também está presente nas verduras. Alimentos como os brócolos, as folhas de kale (couve frisada verde) ou os espinafres são alguns dos que contêm mais cálcio. Use um liquidificador e misture-os todos num rico batido. Se quiser também pode adicionar fruta para dar-lhe um sabor mais agradável e torná-lo mais completo. Quer aprender a preparar um? Aqui fica a receita!

Coloque no liquidificador uma chávena de espinafres bem lavados, uma banana fatiada, um copo de leite, uma colher de chá de extrato de baunilha e uma pitada de canela. Por último, adicione duas pedras de gelo e misture todos os ingredientes. O resultado será um batido saudável, fresco e delicioso.

Inclua frutos secos no seu pequeno-almoço

Em particular as amêndoas e as avelãs, pois são dois dos frutos secos mais ricos em cálcio. Uma boa maneira de os incluir no seu pequeno-almoço é adicioná-los à sua tigela de cereais com leite.

Inclua leguminosas na sua ementa semanal

O grão-de-bico, o feijão ou as lentilhas são alimentos ricos em cálcio e ferro. E qual a melhor maneira de os ingerirmos senão num delicioso guisado? O ideal é consumirmos leguminosas entre uma e duas vezes por semana.

Prepare uma salada de atum

Este tipo de peixe, juntamente com o salmão, a cavala ou as sardinhas, contém uma grande quantidade de vitamina D. Uma boa ideia para consumi-lo será acrescentá-lo às suas saladas, de forma a ficarem mais ricas.

Dê um passeio ao sol

Para além dos alimentos, como foi mencionado antes, existem outras formas naturais para obter vitamina D. Uma delas é graças aos raios do sol que incidem na nossa pele, já que esse gesto ajuda o nosso corpo a sintetizar a vitamina D. Basta expor-se ao sol durante dez minutos por dia para que isto aconteça, mas cuidado: lembre-se sempre de usar um protetor solar adequado.

 

Quais são os benefícios do cálcio e da vitamina D?

É provável que depois de ler tudo isto se questione porque é que estes dois nutrientes são tão importantes. Não se preocupe, iremos de seguida esclarecer as suas dúvidas!

O cálcio contribui para o correto funcionamento dos músculos e ajuda à manutenção de ossos e dentes normais. Também ajuda ao normal funcionamento das enzimas digestivas e normal coagulação do sangue.

A vitamina D contribui para a correta absorção e manutenção do próprio cálcio e ainda permite o normal funcionamento do sistema imunitário. Também ajuda a manter os dentes e os músculos normais.

Agora que conhece os benefícios destes nutrientes, talvez compreenda melhor a importância de introduzir alimentos ricos em cálcio e vitamina D na sua alimentação diária. Para além daqueles que foram mencionados, existem outros como as salsichas, os ovos e os cereais, que também contêm esses nutrientes.

Como se faz?

TEMAS
{{freetag}}

Quer publicar algum comentário? Registe-se o Iniciar sessão

Publicar

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder

Mónica naranjo

Los síntomas aparecen frecuentemente después de la ingesta de productos que contienen lactosa.

Responder

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder