{{articleDetail.tags[0]}}

{{articleDetail.title}}

Dificuldade
Dificuldade
{{articleDetail.image[0].alt}} {{articleDetail.image[0].alt}}
{{image.alt}} {{image.alt}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}

TEMAS
{{freetag}}

{{articleCapitalLetter()}}

TEMAS
{{freetag}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}

Sim, nós sabemos, nem sempre é fácil. Comer bem às vezes constitui um verdadeiro desafio, principalmente quando temos de fazê-lo à pressa e com a agitação do dia a dia. Torna-se ainda mais complicado quando temos de levar o tupperware de casa para comer no dia seguinte no escritório. Custa tanto ter de cozinhar! Mas todo o esforço tem a sua recompensa e, neste caso, comer bem e de forma equilibrada pode trazer-nos benefícios para o nosso organismo graças à variedade de nutrientes que os alimentos contêm. O que é que podemos fazer para ter uma alimentação saudável de segunda a domingo? Tome nota destes conselhos simples!

 

10 conselhos para comer bem de forma simples

 

  1. Planeie sempre uma ementa semanal

Dessa forma, vai conseguir visualizar, no papel, os almoços e jantares de cada dia da semana. Às vezes, quando improvisamos, esquecemo-nos de incluir uma das caraterísticas fundamentais na alimentação: a variedade. Tomar nota, atempadamente, dos pratos que vai preparar durante a semana vai ajudá-la a combinar a carne, o peixe, os legumes, as leguminosas, a fruta...

 

  1. Faça compras com o estômago cheio

Este é um dos primeiros passos a seguir se quiser alcançar o seu objetivo: comer bem. Quando tiver a ementa, faça uma lista de compras com todos os ingredientes que vai precisar para preparar os pratos. Aproveite as manhãs de sábado para ir às compras que é quando tem mais tempo para fazê-lo. Mas não se esqueça, tome primeiro o pequeno-almoço! Se for para o supermercado com fome, é provável que acabe por comprar mais do que deve... e não vai escolher propriamente o mais saudável.

 

  1. Combine pratos quando for almoçar fora

Esta é outra das situações em que é mais difícil comer bem porque normalmente tendemos a escolher os pratos mais apetitosos, consistentes ou copiosos. Não precisamos de renunciar aos nossos pratos favoritos da ementa quando formos almoçar a um restaurante, mas podemos, porém, combiná-los com outros mais ligeiros para termos a certeza de que comemos bem. Tente que na entrada haja salada, um creme de legumes ou qualquer outra leguminosa. Quanto ao prato principal, o melhor é optar pelas proteínas da carne, por hidratos de carbono como massa ou arroz, ou pela gordura saudável do peixe. É tudo uma questão de variar!

 

  1. Mastigue devagar e muitas vezes

É tão importante aquilo que comemos como a forma como o fazemos. Tente que a hora de almoço decorra num ambiente tranquilo e calmo, assim não terá te comer à pressa. Mastigar cada garfada muitas vezes e devagar não só vai ajudá-la a saborear melhor os alimentos, como também vai favorecer depois a digestão.

 

  1. Beba água às refeições

A água é fundamental para nos mantermos ativos, hidratados e estimular a nossa capacidade cognitiva. Além de bebê-la ao longo do dia, também é recomendável fazê-lo às refeições porque vai acalmar a nossa sede, ajudar a estimular a digestão dos alimentos e proporcionar a saciedade necessária. Evitar as bebidas gaseificadas, os refrigerantes com açúcar e os sumos embalados são três dos passos que a vão ajudar a comer melhor.

 

  1. Primeiro prato, segundo prato e sobremesa

Divida as refeições em três pratos principais. É uma boa maneira de introduzir a variedade na sua ementa diária: um primeiro prato ligeiro, um segundo prato mais consistente e uma sobremesa composta por fruta ou um iogurte Danone para garantir que também ingere vitaminas e cálcio. Misturar todos os alimentos num único prato torna mais difícil o cálculo das quantidades das porções.

 

  1. Lanches ligeiros para petiscar

Já todos nós sentimos aquela vontade de comer entre as refeições que faz com que o nosso estômago faça barulho, principalmente a meio da manhã e a meio da tarde. É por isso que é essencial fazer cinco refeições por dia para garantir que a fome não nos obrigue a fazer más escolhas. Tente que os seus lanches sejam constituídos por alimentos ligeiros e saudáveis. O importante é que consigam saciá-la sem que se sinta cheia. Um iogurte, um pãozinho com qualquer coisa, fruta fresca, uma infusão, um pequeno punhado de frutos secos…

 

  1. Evite alimentos fritos ou panados

A forma como cozinhamos os nossos pratos também é importante. Para comer bem, é preferível optar por alimentos grelhados, cozidos, cozidos a vapor ou cozinhados no forno. Na verdade, não é necessário ter de paná-los com farinha, pão ou ovo e depois fritá-los com muito óleo porque não só reduz o seu sabor, como também lhes adiciona mais gordura e calorias.

 

  1. Modere o consumo de sal

Para aprender a desfrutar do sabor natural dos alimentos, não há nada melhor que evitar colocar sal a mais. Consumir muito sal pode causar danos na nossa tensão arterial, por isso, o melhor é seguir as recomendações estabelecidas pela OMS: 5 gramas de sal por dia (aproximadamente uma colher de chá).

 

  1. Tente que as fibras estejam sempre presentes na sua alimentação

Este nutriente traz benefícios para o nosso organismo porque além de estimular a digestão de forma correta, também pode ser um grande aliado para combater o colesterol. Tente ingerir diariamente alimentos que contenham fibra, como a fruta, os legumes, o pão ou os cereais.

Como se faz?

TEMAS
{{freetag}}

Quer publicar algum comentário? Registe-se o Iniciar sessão

Publicar

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder

Mónica naranjo

Los síntomas aparecen frecuentemente después de la ingesta de productos que contienen lactosa.

Responder

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder
Danone utiliza cookies proprias e de terceiros para melhorar a sua experiencia de navegação, realizar tarefas de analítica e mostrar conteúdos de acordo com os seus interesses. Se continua connosco é porque aceitou a nossa política de cookies.