{{articleDetail.tags[0]}}

{{articleDetail.title}}

Dificuldade
Dificuldade
{{articleDetail.image[0].alt}} {{articleDetail.image[0].alt}}
{{image.alt}} {{image.alt}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}

TEMAS
{{freetag}}

{{articleCapitalLetter()}}

TEMAS
{{freetag}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}

Como convencê-las de que partilhar é bom? O que fazer quando as suas palavras preferidas são ‘meu’, ‘eu’ e ‘mim’? É necessário que entendamos que para uma criança de quatro anos emprestar um brinquedo é algo difícil porque ainda não desenvolveu as competências que a nós, adultos, fazem com que nos sintamos satisfeitos quando partilhamos. Teremos que esperar até que completem cinco ou seis anos de idade para que comecem a fazê-lo.

Nada de sermões

Os especialistas recomendam que, quando a criança se recusa a partilhar, não lhe façamos sermões sobre as vantagens de ser generoso, mas sim que a elogiemos sempre quando decide partilhar ou emprestar algo.

Educar no respeito

Também não devemos forçá-la, mas sim tentar convencê-la a praticar o bem. Se a obrigarmos a largar um brinquedo, a criança não entenderá que não pode tirar o brinquedo de outra criança sempre que lhe apetece. É fundamental respeitar a sua decisão se queremos ensinar-lhe a respeitar os outros.

Ensiná-la a ser generosa

Proponha-lhe soluções e trocas, como dizer-lhe que se emprestar o seu carrinho à outra criança esta emprestar-lhe-á a sua bola. Assim, aprenderá que partilhar até pode ser algo benéfico.

Evite os conflitos

Antes de ir brincar com outras crianças, decida com o seu filho que coisas não vai querer emprestar aos seus amigos e mantenha-as num lugar seguro, fora da vista. É a melhor maneira de evitar brigas e birras.

Seja um exemplo a seguir

A tolerância e a generosidade são valores que nos tornam melhores e que devemos mostrar aos nossos filhos. Ao vê-la a partilhar, o seu filho acabará por perceber que é algo normal. Aproveite todos os pretextos para que a veja a partilhar e explique-lhe quais as vantagens de o fazer.

Como se faz?

TEMAS
{{freetag}}

Quer publicar algum comentário? Registe-se o Iniciar sessão

Publicar

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder

Mónica naranjo

Los síntomas aparecen frecuentemente después de la ingesta de productos que contienen lactosa.

Responder

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder
Danone utiliza cookies proprias e de terceiros para melhorar a sua experiencia de navegação, realizar tarefas de analítica e mostrar conteúdos de acordo com os seus interesses. Se continua connosco é porque aceitou a nossa política de cookies.