{{articleDetail.tags[0]}}

{{articleDetail.title}}

Dificuldade
Dificuldade
{{articleDetail.image[0].alt}} {{articleDetail.image[0].alt}}
{{image.alt}} {{image.alt}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}

TEMAS
{{freetag}}

{{articleCapitalLetter()}}

TEMAS
{{freetag}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}

1919 – Nascimento da Danone en Barcelona, Espanha

Durante a década de 1910, Isaac Carasso vivia em Barcelona, onde constatou que muitas crianças espanholas padeciam de infeções intestinas. Para poder remediar esta situação e consciente da investigação em fermentos lácticos feita pelo prémio Nobel e Director do Instituto Pasteur Ilya Mechnikov, decide produzir e comercializar um produto conhecido nos Balcãs pelos seus benefícios para a saúde: o iogurte. Carasso lança a marca Danone em 1919, após o nascimento do seu filho Daniel, apelidado de “Danon”. Desde o seu começo, a Danone compromete-se com a alimentação saudável.

 

1929 – A Danone chega a França

Com 23 anos, Daniel Carasso funda a Sociedade Pariense do Iogurte Danone e inaugura o primeiro ponto de venda em Paris. Lança também o primeiro slogan publicitário da marca.

 

1941 – O inicio do sonho americano

Em 1941, Daniel Carasso e a sua mulher mudam-se para Nova Iorque. Pouco depois da sua chegada Carasso vê um anúncio no jornal: “Vende-se comércio de iogurtes” e decide investigar mais. “Era uma pequena loja no bairro de Bronx gerida por um casal de origem grega que produzia entre 100 a 200 iogurtes por dia para as cafetarias nos arredores. Carasso compra esta pequena loja e nasce assim a Dannon Milk Products Inc. em 1942.

 

1989 – A Danone chega finalmente a Portugal

É neste ano que o Grupo Danone concretiza a compra de 70% do capital da Iophil* e lança em Portugal a marca Danone, uns meses mais tarde em junho de 1990.

A Danone implementa então um projecto estratégico a longo prazo, destinado à ampliação da fábrica de Castelo Branco e ao desenvolvimento dos seus recursos humanos.

*Iophil – Produtora de Iogurtes S.A. com posição de destaque no mercado nacional, foi a empresa que esteve nas origens da Danone em Portugal, tendo sido fundada em 1979 pela família Gomes Filipe.

 

1991 – Instituto Danone: impulsionando a boa alimentação

Em 1991, foi criado o primeiro Instituto Danone, uma associação independente sem fins lucrativos que apoia pesquisa nutricional, aconselha os profissionais de saúde e ajuda os consumidores a desenvolver melhores hábitos alimentares. Atualmente, existem 19 institutos Danone em todo o mundo que reúnem mais de 250 especialistas.

 

1994 – Nasce uma estrela

Nasce um novo logotipo: uma criança a olhar para uma estrela, um símbolo da união da empresa para com o futuro.

 

1997 – Danone e os valores “HOPE”

Em 1997, a Danone redefine os seus valores em torno da palavra “HOPE” – Humanismo, abertura, proximidade e entusiasmo – começando assim a tornar estes valores parte da sua gestão diária. Estes valores são a base de uma visão corporativa única que projeta a nossa força e identidade em todo o mundo.

O Grupo continua a sua expansão por todo o mundo tendo como base três actividades: produtos lácteos frescos, bebidas e leite, os três sectores mais promissores do grupo numa escala internacional.

 

2000 – Mais do que um campeonato de futebol

O Grupo Danone decide criar o seu primeiro Torneio Internacional de Futebol para crianças entre os 10 e 12 anos: a Danone Nations Cup (DNC). A Danone orgulha-se de ter criado e organizado este campeonato durante os últimos dezoito anos, inspirado milhares de jovens em todo o mundo e dando-lhes oportunidade de conhecer novas culturas e para a grande maioria, a oportunidade de viajar pela primeira vez nas suas vidas. Esta competição é um símbolo da cultura corporativa do Grupo.

É também neste ano que a DANONE Portugal se certifica pela ISO 9001 atestando a qualidade do seu processo de fabrico e dos seus produtos.

 

2002 – A investigação como fonte de crescimento

O centro Internacional de Investigação e Desenvolvimento de Palaiseau, no sul de Paris, transforma-se num potente catalisador da inovação no setor dos produtos lácteos frescos e das águas em todo o mundo. As missões do Centro refletem a filosofia de I&D da Danone: desenvolver produtos seguros, proporcionar saúde e bem-estar através da alimentação e compreender melhor e adaptar-se às diferenças culturais dos nossos consumidores.

Também neste ano a Danone Portugal obtém a certificação ISO 14001 pela sua preocupação com o meio ambiente, respeitando o desenvolvimento sustentável através da adequação dos meios e estratégias de fabrico e procede a novas obras destinadas à ampliação da fábrica, para os 30.000m2.

 

2006 – A saúde é a nossa missão

“Desde o primeiro uso dos fermentos lácticos no começo do século XX por parte de Isaac Carasso, a saúde e bem-estar são objetivos fundamentais em todos os nossos produtos”, afirmou Franck Riboud (antigo CEO e Presidente do Grupo Danone)ao descrever a missão da empresa “proporcionar saúde através da alimentação ao maior número de pessoas possível”. Hoje, esta missão guia mais de 100 000 Danoners, motivados pela convicção de que a nutrição pode, e deve contribuir e proporcionar saúde a todos os consumidores, de todas as idades, em todos os países e culturas.

 

2007 – Danone Portugal – Great Place to Work

Em 2007 a DANONE Portugal S.A. vê os seus esforços reconhecidos na área dos recursos humanos, e é considerada a Melhor Empresa para os jovens em Portugal e a Melhor Empresa do setor agroindustrial pelo Great Place to Work (GPTW).

A Fábrica da Danone é auditada pela AIB, American Institute of Baking, a qual mede os índices de segurança e higiene alimentar, tendo a nossa fábrica obtido a classificação de EXCELENTE.

 

2009 – Ajudando o nosso ecossistema

Em 2009, a Danone fez uma contribuição inicial de 100 milhões de euros ao Fundo Danone para o Ecossistema. A sua missão é criar soluções empresariais inovadoras em colaboração com organizações sem fins lucrativos que gerem valor social e económico para os pequenos participantes na economia local e para a Danone. Hoje em dia o Fundo financia 56 projetos em 26 países e 40 unidades de negócio com 42 sócios, centrando-se no desenvolvimento da produção de leite, distribuição de proximidade, redes de reciclagem de embalagens e desenvolvimento socioeconómico.

 

2013 – Manter a saúde do nosso planeta

Para a Danone, uma dieta saudável começa com uma natureza sã. A empresa identificou quatro eixos essenciais em torno dos quais estrutura os seus compromissos para 2020: clima, água, embalagens e agricultura e pecuária. Os seus objetivos de proteção do ambiente centram-se na luta contra as alterações climáticas, a proteção dos recursos hídricos, a transformação dos resíduos em recursos e a promoção da agricultura sustentável.

Ainda neste ano, em Portugal, a Danone associa-se ao grupo americano Schreiber Foods, que transfere a sua operação para a fábrica de Castelo Branco, contemplando a manutenção do fabrico de produtos Danone nesta unidade.

 

2014 – Mudança na direção do grupo

A 2 de Setembro de 2014 e segundo proposta de Franck Riboud, o Conselho de Administração da Danone decide separar as funções de presidente e diretor geral, nomeando Emmanuel Faber a Diretor Geral e Franck Riboud a Presidente do Conselho de Administração.

 

2015 – O Manifesto

Desde o começo, Antoine e Franck Riboud (ambos antigos presidentes do Gupo Danone) insistiram na importância de fortalecer o impacto económico e social de crescimento da Danone. Em 2015, debaixo da liderança de Emmanuel Faber, a Danone divulga o seu “Manifesto”, incentivando os seus mais de 100 000 funcionários a pô-lo em prática. O Manifesto descreve a maneira como a Danone pretende realizar a sua missão de levar saúde através da alimentação ao maior número de pessoas possível.

 

2017 – Danone Portugal, uma das melhores empresas para se trabalhar

A Danone Portugal é reconhecida, como em anos anteriores como uma das melhores empresas para trabalhar em Portugal pelo Top Employers Institute.

Como se faz?

TEMAS
{{freetag}}

Quer publicar algum comentário? Registe-se o Iniciar sessão

Publicar

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder

Mónica naranjo

Los síntomas aparecen frecuentemente después de la ingesta de productos que contienen lactosa.

Responder

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder