{{articleDetail.tags[0]}}

{{articleDetail.title}}

Dificuldade
Dificuldade
{{articleDetail.image[0].alt}} {{articleDetail.image[0].alt}}
{{image.alt}} {{image.alt}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}

TEMAS
{{freetag}}

{{articleCapitalLetter()}}

TEMAS
{{freetag}}

Ingredientes

  • {{ingredient.ingredient}} {{ingredient.quantity}} {{ingredient.unit}}



TEMAS
{{freetag}}

   Quantas vezes já entrou num corredor de iogurtes e pensou: “O que querem eles dizer com estas etiquetas todas? Iogurtes Magros? Então o que são os outros?”

Hoje, há mais variedade de produtos e maior acesso a diferentes opções. Por isso, na hora de escolher os nossos snacks somos mais críticos e exigentes do que nunca. Queremos melhores alimentos, mais naturais, com menos artificialidades, repletos de sabor.

Ainda que haja muita informação para nos ajudar a escolher entre todo o universo dos iogurtes (e um vastíssimo catálogo de opções), muitas vezes há dúvidas que podem levar à conceção de ideias erradas.

   Quantas vezes já entrou num corredor de iogurtes e pensou: “O que querem eles dizer com estas etiquetas todas? Iogurtes Magros? Então o que são os outros?”

Hoje, há mais variedade de produtos e maior acesso a diferentes opções. Por isso, na hora de escolher os nossos snacks somos mais críticos e exigentes do que nunca. Queremos melhores alimentos, mais naturais, com menos artificialidades, repletos de sabor.

Ainda que haja muita informação para nos ajudar a escolher entre todo o universo dos iogurtes (e um vastíssimo catálogo de opções), muitas vezes há dúvidas que podem levar à conceção de ideias erradas.

Sabemos verdadeiramente o que é um iogurte magro? Quais são as diferenças e o que significa ser "mais natural"? A Nutricionista Mariana Abecassis ajuda-nos a desmistificar o tema! 

Como se faz?

Quer publicar algum comentário? Registe-se o Iniciar sessão

Publicar

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder

Mónica naranjo

Los síntomas aparecen frecuentemente después de la ingesta de productos que contienen lactosa.

Responder

Marta Sánchez

El cuerpo humano está compuesto por un 60% de agua, 18% de proteínas, 6% de minerales y aproximadamente 16% de grasa - esto significa que la proteína es el segundo nutriente más importande de nuestro cuerpo (después del agua).

Responder